terça-feira, 21 de dezembro de 2010

GRAVE ACIDENTE AUTOMOBÍSTICO COM 5 MORTES

Na madrugada do dia 20 de dezembro de 2010, no município de Jucurutu, um grave acidente causou a morte de cinco pessoas de uma mesma família, entre elas três crianças. O motorista de um veículo Gol perdeu o controle do carro e caiu dentro do Açude Ramada. Seis pessoas estavam no veículo, apenas uma conseguiu sair com vida.

As vítimas fatais foram identificadas como: Fernando Castro Galvão, 40 anos, natural e residente na cidade de Currais Novos; Jane Pinheiro da Silva, 44 anos, grávida de cinco meses, mãe de Jordânia Vitória da Silva, 9, e Alana Stefanny Pinheiro, 6 anos. Morreu ainda a sobrinha de Jane, Tawanny Pinheiro Pereira, 7 anos, todos residiam na rua Newton Freitas, conjunto Vingt Rosado, em Mossoró. Sobreviveu Diogo Castro Galvão, 22 anos, filho do motorista Fernando Galvão.

De acordo com informações da Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta das 4h, quando a família trafegava na BR-226, retornando de Currais Novos para Mossoró, em um Gol de cor branca, placa MMN-2421, entre Jucurutu e Triunfo Potiguar, momento em que o motorista teria cochilado ao volante e provocado o acidente.

Policiais do Corpo de Bombeiros se deslocaram ao local para retirar os corpos da água.

Os peritos do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) de Caicó foram a Jucurutu para removerem os corpos.

Segundo a irmã de uma das vítimas, a família tinha ido a Currais Novos domingo à tarde participar do aniversário do neto de Fernando Castro e voltava para Mossoró. O motorista era primo de Jane Pinheiro. O velório aconteceu na capelinha do bairro e o sepultamento ocorreu no dia

FONTE: O MOSSOROENSE

segunda-feira, 26 de julho de 2010

TRAGÉDIA FAMILIAR EM APODI


30/07/2001 – Uma grande tragédia em família foi registrada na cidade de Apodi, quando o filho José Everton Gurgel (07/05/1951) assassinou seu próprio pai, o comerciante Aurino Gurgel (21/04/1926). O ex-bancário José Everton não deixou nenhuma explicação para sua atitude de matar o próprio pai com um tiro na cabeça, e depois se matar com um tiro no ouvido direito. Na época da tragédia alguns familiares relataram que “Wertinho’ – como era conhecido o suicida – enfrentava dificuldades financeiras desde que aderiu ao Programa de Demissão Voluntária (PDV) do Banco do Brasil, onde trabalhava. Wertinho chegou ao estabelecimento comercial do pai, localizado na Rua Benjamim Constant, ao lado do mercado público, no início da tarde. Minutos depois, ele praticou o crime, sem que a conversa entre pai e filho tenha sido testemunhada. Surgiram comentários que o filho estava querendo que o pai lhe desse certa quantia em dinheiro, como não foi atendido cometeu o homicídio e o suicídio. Dias depois a família manda fazer uma reforma no prédio comercial onde aconteceu a tragédia e um dos trabalhadores encontraram a quantia de cinco mil reais escondido numa papelada.

MAIS

AS TRAGÉDIAS


03/07/1945 - Desastre com um avião Paulistinha, de treinamento do Aéro Clube de Mossoró, no subúrbio Bom Jardim, em Mossoró, em que perderam a vida, carbonizados, os alunos daquela Escola de Pilotagem, Edson Galvão de Sabóia e Valdir Fernandes de Almeida. O triste evento constelou toda a cidade, da qual eram naturais os jovens evolados.

31/01/1954 – uma grande briga de família entre as famílias Galdino e Freitas. Registrada no prédio da Escola Rural do sítio Córrego das Missões, no município de Apodi, pelas 15 horas, quando remanescentes de uma feira que comumente se verificava naquele lugarejo, estavam se deliciando em “valsas” que ali decorriam em meio de muita animação.

Um fútil motivo entre membros das duas famílias que não se viam com bons olhos, cada qual preferindo que fosse executada determinada parte para dançar, se consumou no aniquilamento quase total de ambas. É que, conseqüência, teria Delmiro Galdino de Souza, nascido em 6 de julho de 1929, desacatado Francisco de Freitas, este solteiro e aquele casado, atirando um tamborete sobre os peitos, de que resultou terem os irmãos do primeiro se associado à luta, matando o agredido a faca e tiros de revólver. O pai deste, ao ouvir as denotações, logo previu poder tratar-se de alterações provocadas pelos Galdino, de quem era desafeto, indo ao local, onde “in-loco” foi recebido com um tiro desfechado por Antonio Galdino de Souza, nascido em 10 de maio de 1895, pai dos demais que eliminaram a Francisco de Freitas.

Ao receber o primeiro tiro que atingiu no antebraço esquerdo, José Manuel revidou a agressão com arma idêntica, atingindo mortalmente Antonio Galdino, e atirando à morte de seu filho nos que o atacavam, em número aproximado de cinco Galdino.

Saíram feridos em conseqüências, o de nome Delmiro, que veio a falecer às 22 horas do dia 31 de janeiro de 1954; Francisco, hospitalizado no hospital da cidade de Mossoró, com braço da iminência de ser amputado; José Galdino, ferido no couro cabeludo e recolhido à cadeia pública de Apodi; José Manuel de Freitas, que havia galgado a defensiva do prédio da escola, rendendo-se, por último, por falta de munição, para ser morto a corte de faca-peixeira e arma curta pelos Galdino.

Os cadáveres em número de quatro, foram sepultados na manhã do 1º de fevereiro no Cemitério Público São Sebastião em Apodi, em cujo meio teve o fato uma larga repercussão.

José Manoel de Freitas, de 46 anos de idade, e seu filho Francisco de Freitas, de 24 anos, eram moradores do senhor Sólon Nogueira, em uma fazenda de gado no município de Apodi. Antonio Galdino, de 59 anos, e seu filho Delmiro Galdino, com 28 anos, bem assim os demais sobreviventes em número de sete, residiam no sítio Córrego há pouco menos de dois anos, onde adquiriram terras de propriedades do senhor Otacílio Custódio, conhecido como Preto Custódio.

06/05/1977 - Acidente com um ônibus da empresa São Geraldo, ao cair no açude de Melancias, em Apodi, ficando submerso e sete pessoas faleceram afogadas no interior do ônibus.

22/01/1987 - Por volta das 21h00, na Br 405, trecho Apodi/Melancias, ocorreu um grave acidente automobilístico, envolvendo o veículo tipo Fiat, conduzido pelo motorista Sebastião Costa Oliveira, que faleceu “in-loco” e um Corcel que era conduzido por Francisco Xavier Maia, que saiu gravemente ferido, posteriormente foi transferido para São Paulo. No Corcel viajava mais 4 pessoas: Maria Soares Maia , Dina de Souza Menezes Costa, Irene Lira Maia e Maria Arlete Menezes. Faleceram no local as pessoas de Maria Soares Menezes e Dina de Souza Menezes Costa. As vítimas foram socorridas na Maternidade Claudina Pinto, em Apodi e em seguida foram transferidas para a cidade de Mossoró. Os ocupantes do Corcel viajavam do Acre para a cidade de José da Penha, passando por Mossoró e encontrando um motorista embriagado que fazia zig-zague na rodovia, causando essa grande tragédia

25/02/1984 – UM trágico acidente ocorrido em Natal, quando cinco policiais morreram:

2º Sgt PM MÚSICO Nº 76074 – JOSÉ LUIS DA SILVA, natural de Santo Antonio, nascido a 2 de setembro de 1956m filho de Luiz Rufino da Silva e Terezinha de Jesus da Silva;

2º Sgt PM Músico nº 81257 – JOTHE NUNES DE OLIVEIRA, natural de Natal, nascido a 17 de julho de 1952, filho de Raimundo Nunes de Oliveira e Severina Dantas de Oliceira

2º Sgt PM Músico nº 72003 – ACELUÍZIO BORGES GOMES, natural de Natal, nascido a 9 de março de 1951, filho de Antonio Batista Gomes e Maria de Lourdes Borges Gomes

3º Sgt PM Músico nº 81260 – FRANCISCO ALVES DA SILVA, natural de João Câmara, nascido a 2 de maio de 1950, filho de MANOEL ALVES DA SILVA e de MARIA ALVES DA SILVA

3º Sgt PM nº Músico RR – BENEDITO ALVES DA SILVA, natural de Assu, nascido a 19 de setembro de 1929, filho de João Alves da Silva e Francisca dos Anjos Silva

06/01/1985 - por volta das 16 horas, ocorreu uma grande tragédia na lagoa do Apodi, quando cinco pessoas de uma família faleceram afogadas nas águas da lagoa. As vítimas foram: Raimundo Valcides Pinto Filho natural de Apodi, nascido em 21 de julho de 1952, filho de Raimundo Valcides Pinto (25/12/36) e de Maria de Lourdes Bezerra Pinto (24/06/1934) e sua esposa Terezinha Nonato de Oliveira, e os filhos José Otto de Oliveira Pinto, Wanderlando de Oliveira Pinto, Vânia Maria de Oliveira Pinto. Valcides era escrivão da Delegacia de Polícia de Apodi.

22/01/1987 - Por volta das 21h00, na Br 405, trecho Apodi/Melancias, ocorreu um grave acidente automobilístico, envolvendo o veículo tipo Fiat, conduzido pelo motorista Sebastião Costa Oliveira, que faleceu “in-loco” e um Corcel que era conduzido por Francisco Xavier Maia, que saiu gravemente ferido, posteriormente foi transferido para São Paulo. No Corcel viajava mais 4 pessoas: Maria Soares Maia , Dina de Souza Menezes Costa, Irene Lira Maia e Maria Arlete Menezes. Faleceram no local as pessoas de Maria Soares Menezes e Dina de Souza Menezes Costa. As vítimas foram socorridas na Maternidade Claudina Pinto, em Apodi e em seguida foram transferidas para a cidade de Mossoró. Os ocupantes do Corcel viajavam do Acre para a cidade de José da Penha, passando por Mossoró e encontrando um motorista embriagado que fazia zig-zague na rodovia, causando essa grande tragédia.

04/08/1988Por volta das 10h50, na cidade de Felipe Guerra a pessoa de Josimar Soares Bezerra, 24 anos, foi até o Cartório único daquela cidade, onde Maria Nubiciar Costa, 21 anos, exercia suas atividades profissionais, em ligeira discussão entre ambos, a jovem Nubiacir tentou correr, mas foi alvejada com 3 tiros de revólver, desfechados por Josimar, este seu ex-namorado. Logo após assassinar sua ex- amada, Josimar utilizou a mesma arma e efetuou um disparo em seu ouvido e que teve morte de imediato. A vítima havia namorado Josimar por um período de 2 anos e meses atrás, já estava namorando um outro jovem.

16/04/1988 – O SARGENTO PM JOSINALDO LIBERATO FREIRE, natural de Upanema, nascido a 21 de abril de 1962, filho deo STPM José da SILVA Freire e Ana Liberato Freire, que havia ingressado na PM em 1982, recebendo o número 82202, por volta do meio dia, na cidade de São José de Mipibu, foi vítima de suicídio, com dois disparos de revólver calibre 38, na altura do tórax, o qual destacava nessa cidade de São Bento do Norte. O Sargento Josinaldo naquele triste dia já havia dado dois tiros contra a jovem MARIA AUXILIADORA DA SILVA, sua ex-namorada, a qual foi a óbito. O fato teve seu início às 11 horas, quando o referido sargento ofereceu carona a MARIA Auxiliadora, aluna da Esco9la Doméstica de Natal que a conduziu num veículo tipo Corcel-II, placas DY 1656-RN, pertencente a Firma EIL, até a localidade de Taborda, município de São José de Mipibu, onde aconteceu a tragédia

10/08/1989 – Por volta das 20 horas, ocorreu um grande sinistro com a morte de três policiais militares, quando o Cabo PM nº 67013 – PANTALEÃO JUSTINO DE LIMA, Soldado ADEMAR AMARO GONÇALVES e o Soldado P, nº 86027 JOÃO FAUSTINO SOBRINHO, todos pertencentes a CIPM de Nova Cruz, sediada em Nova Cruz, os quais viajavam pela BR 101, com destino a Natal, em um veículo de marca Chevrolet, tipo Caravan, ambulância, cor branca, ano 1989, de placas OF-8336, pertencente à Prefeitura de Nova Cruz, ao se aproximar da cidade de Goianinha, a referida ambulância chocou-se na traseira de um veículo caminhão, marca Chevrolet, cor bege, de placas AG- 0779-PB, pertencente a Companhia Agro Industrial Santa HELENA, LOCALIZADANA Usina Santa Helena, o qual se encontrava estacionado no KM 101, da BR 101, carregado de sacos de cimento, ocasionando imediata morte dos três policiais acima citados e do senhor SEVERINO BARBOSA DA SILVA, motorista da ambulância. O Cabo Pantelão e o Soldado Faustino estavam de serviço e conduzindo o companheiro ADEMAR para um pronto de Socorro, pois o mesmo estava com graves problemas mentais, o qual naquele dia havia tentando por três exterminar com sua própria vida, fato não consumado por interferência de sua esposa e de companheiros.

O motorista do caminhão causador do acidente trata-se do senhor EDMILSON ADELINO DOS SANTOS, residente no Loteamento Dr. Batista, na cidade de Sapé-PB.

23/01/2000 - O que era para ser um final de semana de lazer e alegria para os familiares e amigos do estudante Erick Anderson de Lima, 18 anos, e do agricultor José Nilson de Andrade, 36 anos, natural de Apodi, filho de José Caetano de Andrade e de Maria do Carmo de Andrade, que residiam em Apodi, terminou em tragédia na Barragem Júlio Marinho da Mota. Erick Anderson estava com amigos e familiares pulando da parede da barragem para dentro d’água e por volta das 13 horas de domingo, e numa das vezes ele não veio à tona. Várias pessoas que tomavam banho na barragem se uniram para retirar da água o corpo de Anderson, usando redes e tarrafas. A polícia, sem equipamento de mergulho pouco pôde fazer.

No mesmo local onde Anderson se afogou, os moradores terminaram encontrando, por volta da meia noite, o corpo do agricultor José Nilson, que foi visto pela última vez bebendo com amigos numa barraca ao lado da barragem.

30/07/2001 – Uma grande tragédia em família foi registrada na cidade de Apodi, quando o filho José Everton Gurgel (07/05/1951) assassinou seu próprio pai, o comerciante Aurino Gurgel (21/04/1926). O ex-bancário José Everton não deixou nenhuma explicação para sua atitude de matar o próprio pai com um tiro na cabeça, e depois se matar com um tiro no ouvido direito. Na época da tragédia alguns familiares relataram que “Wertinho’ – como era conhecido o suicida – enfrentava dificuldades financeiras desde que aderiu ao Programa de Demissão Voluntária (PDV) do Banco do Brasil, onde trabalhava. Wertinho chegou ao estabelecimento comercial do pai, localizado na Rua Benjamim Constant, ao lado do mercado público, no início da tarde. Minutos depois, ele praticou o crime, sem que a conversa entre pai e filho tenha sido testemunhada. Surgiram comentários que o filho estava querendo que o pai lhe desse certa quantia em dinheiro, como não foi atendido cometeu o homicídio e o suicídio. Dias depois a família manda fazer uma reforma no prédio comercial onde aconteceu a tragédia e um dos trabalhadores encontraram a quantia de cinco mil reais escondido numa papelada.

25/11/2004 - Ocorreu a maior tragédia de todos os tempos na cidade de Apodi, por volta das 16 horas, na BR 405, Km 75, saída para Mossoró o ônibus que transportavam vários estudantes e professores para a Escola Zenilda Gama, conduzido pela pessoa conhecida por João Batista Sobrinho o “Aleijado”, de propriedade de Geraldino dos Correios, colidiu violentamente com o ônibus da empresa Jardinense, dirigido por Janduís Feliciano, 53 anos, que trafegava no sentido Mossoró/Apodi. O ônibus da Jardinense freou apenas uma roda dianteira, contribuindo para o choque. O “Aleijado”, que vinha do Centro para a escola, no sentido de Mossoró, percebeu quando um carro pequena vinha no sentido contrário, “e quando o carro passou ele avançou. Só que o ônibus vinha logo atrás e ele não percebeu. João Aleijado ainda tentou passar, mas não foi possível evitar o acidente.

No local, morreu o estudante Melquisedeque Medeiros de Assis, 13, e no Hospital Regional Hélio Morais Marinho, em Apodi, morreram Anatália Cristina Fernandes Holanda, 13, Odair José Carvalho Freire, 22, Erlana Rodrigues de Morais, 12 e Francinara Pinto. No Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, no dia 30 de novembro, professor Antônio Dantas de Morais, o ‘”Toinho Professor”, totalizando assim 6 mortos.

João Batista, o motorista, Anatalia, Melquisedeque, Odair e Toinho Professor, os mortos. Todos os mortos são patronos de......... da Casa de Cultura de Apodi, inaugurada em ......................................

OS SOBREVIVENTES

Simone Brasil de Morais, 18; Sidney Magalhães Barbosa, 27; Plabo Edson de Oliveira, 16; Maria de Fátima de Oliveira, 19; Mariua Michelle de Lima, 17; Renata Larissa da Costa, 12; Francisca Edivaneide, 15; Jéssica Linara, 12; Francisca Luciana, 13; Aline Gurgel Alves, 17; Daniela Lian, 15; Flávio Erasmo Júnior, 13; Jéssica Naiana Lima da Costa, 9; José Ivanaldo Pinto Costa, 16, Evandro Pinto Chaves, 21, Izac Pinheiro da Silva, 17; Lidiane Barbosa Souza, 18; Francisco Marcelino Filho (passageiro da Jardinense); Francisco Marcílio de Carvalho Filho, 11; Noêmia Pereira de Morais, 48 (caronista); Márcio Célio Freire Torres, 19, Francisco Mackssueldo Torres de Lima, 20; Sidney Magalhães Barbosa, 27; e Antonio Dantas de Morais.

sábado, 24 de julho de 2010

MAIOR TRAGÉDIA DE APODI

25/11/2004 - Ocorreu a maior tragédia de todos os tempos na cidade de Apodi, por volta das 16 horas, na BR 405, Km 75, saída para Mossoró o ônibus que transportavam vários estudantes e professores para a Escola Zenilda Gama, conduzido pela pessoa conhecida por João Batista Sobrinho o “Aleijado”, de propriedade de Geraldino dos Correios, colidiu violentamente com o ônibus da empresa Jardinense, dirigido por Janduís Feliciano, 53 anos, que trafegava no sentido Mossoró/Apodi. O ônibus da Jardinense freou apenas uma roda dianteira, contribuindo para o choque. O “Aleijado”, que vinha do Centro para a escola, no sentido de Mossoró, percebeu quando um carro pequena vinha no sentido contrário, “e quando o carro passou ele avançou. Só que o ônibus vinha logo atrás e ele não percebeu. João Aleijado ainda tentou passar, mas não foi possível evitar o acidente.

No local, morreu o estudante Melquisedeque Medeiros de Assis, 13, e no Hospital Regional Hélio Morais Marinho, em Apodi, morreram Anatália Cristina Fernandes Holanda, 13, Odair José Carvalho Freire, 22, Erlana Rodrigues de Morais, 12 e Francinara Pinto. No Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, no dia 30 de novembro, professor Antônio Dantas de Morais, o ‘”Toinho Professor”, totalizando assim 6 mortos.

OS SOBREVIVENTES

Simone Brasil de Morais, 18; Sidney Magalhães Barbosa, 27; Plabo Edson de Oliveira, 16; Maria de Fátima de Oliveira, 19; Mariua Michelle de Lima, 17; Renata Larissa da Costa, 12; Francisca Edivaneide, 15; Jéssica Linara, 12; Francisca Luciana, 13; Aline Gurgel Alves, 17; Daniela Lian, 15; Flávio Erasmo Júnior, 13; Jéssica Naiana Lima da Costa, 9; José Ivanaldo Pinto Costa, 16, Evandro Pinto Chaves, 21, Izac Pinheiro da Silva, 17; Lidiane Barbosa Souza, 18; Francisco Marcelino Filho (passageiro da Jardinense); Francisco Marcílio de Carvalho Filho, 11; Noêmia Pereira de Morais, 48 (caronista); Márcio Célio Freire Torres, 19, Francisco Mackssueldo Torres de Lima, 20; Sidney Magalhães Barbosa, 27; e Antonio Dantas de Morais.

domingo, 18 de julho de 2010

TERROMOTO EM JOÃO CÂMARA

O epicentro do grande temor de João Câmara, ocorrido às 3h20 da madrugada do dia 30 de novembro de 1986, foi nas proximidades das comunidades de Samabaia e Matão, na zona rural do município. Porém, o desespero tomou conta também da sede da cidade, onde ocorria uma festa no clube ACDB. “Estava lá, quem tocava era o grupo Terríveis e todos saíram correndo".

TRAGÉDIA CARNAVALESCA EM NATAL

Na noite de 24 de fevereiro de 1984, para o amanhecer do dia 25, um ônibus da Empresa Guanabara, de Placas AB 7527, dirigido pelo motorista Aluízio Farias Batista, vindo do desfile da Rua Presidente Bandeira, Alecrim, na descida da Igreja São Pedro em direção à subida do Baldo, este atropelou dezenas de pessoas que alegremente acompanhavam o então Bloco ‘Puxa Saco’. Neste acidente, segundo os autos judiciais, morreram 18 pessoas e 11 ficaram gravemente feridas, entre outros feridos levemente. Entre os mortos estavam componentes do citado Bloco, músicos policiais militares da minha querida e amada Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Nortee foliões acompanhantes. O motorista fugiu, deixando o ônibus cheio de passageiros-integrantes da Escola de Samba “Malandros do Samba”, desesperados diante da sinistra tragédia. O citado motorista em 1980, já havia atropelado uma jovem de 19 anos, causando-lhe à morte. O processo foi arrolado na 1ª Vara Criminal, pelo Juiz Alci Medeiros. Em 1997, não houve júri porque o assassino havia fugido e o seu processo foi arquivado. Outro juiz, Célio Maia, expediu na ocasião um mandato de prisão para o assassino ‘fujão’. E o mesmo nunca apareceu publicamente em Natal

TERREMOTO NA CIDADE DE ASSU

No dia 8 de agosto de 1908, houve um terremoto na cidade de Assu, RN, atingindo ligeiramente Mossoró, segundo o historiador Lauro da Escossía

TRAGÉDIA EM IPANGUASSU

Em 1927 ocorreu uma tragédia que marcou a história de nossa cidade. A Sra. Maria Romana, jovem íntegra e trabalhadora, foi degolada com uma navalha pelo seu marido, embaixo de um pé de juazeiro. Em 1974 e 1975 foi construída uma capela pela Sra. Edilma de Lajeiro através de doações, cumprindo assim uma promessa. Desde lá o local é muito visitado por devotos, que acreditando em seus milagres também acendem velas e oram. Esse bairro também ficou conhecido como “Morro da Salvação”

mais

mais

mais

TERRAS POTIGUARES NEWS

TERRAS POTIGUARES NEWS
O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA EM UM ÚNICO LOCAL, NO "PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 15 BLOGS, 1287 LINKS, DOIS ORKUTS, UM YOUTUBE, UM FACEBOOK,UM TWITTER, UM MSN E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO 1300 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB. CRIADO A XXVIII - XII - IIMM, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR # 100 % NORTE-RIO-GRANDENSE. ACESSE E CONFIRA!

Quem sou eu

Minha foto
ESTE É O 9º BLOG DO PORTAL OESTE NEWS, CRIADO PELO STPM DA RR PM JOTA MARIA, DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

LINKS